Trabalhando na Disney

Quem não tem o sonho de trabalhar no lugar mais mágico da Terra e fazer parte do elenco maravilhoso da Disney?

Dando continuidade à nossa série: Trabalhando na Disney, um depoimento lindo de uma ex-Cast Member!

Nós já explicamos detalhadamente sobre o programa e como se faz para participar do processo de seleção nesse post aqui, e já compartilhamos da experiência de outras pessoas aqui mesmo no nosso Blog.

Hoje quem nos dá seu depoimento é a Marcela Capp, que já trabalhou duas vezes na Disney!

 

Série: Trabalhando na Disney! – entretenimento

          A magia que sai e vem pra você

Olá pessoinhas, meu nome é Marcela, eu moro em Santos e já trabalhei duas vezes na Disney! Incrível, não?

Meu sonho de conhecer esse lugar vem de muito tempo, mas como minha família não tinha condições, eu sabia que ia ter que suar pra conseguir ir. Quando eu estava no segundo ano da faculdade de Relações Internacionais, uma pessoa incrível me contou que eu podia ir trabalhando para a Disney e nada nunca fez tão sentido na minha vida como isso.

Foi um longo processo e ao longo dele, você já percebe que as lágrimas caem fácil quando o assunto é Disney, desde antes de você embarcar. Você não escolhe onde vai trabalhar antes de ir, mas eu não escolheria tão perfeitamente onde me colocaram.

Em meu primeiro programa eu trabalhei na Mouse Gear, a maior loja do Epcot.

MArcela Capp

A loja é grande mesmo e eu não parava quieta um segundo se quer. Fiz amizades incríveis e tive momentos inesquecíveis. Minha experiência foi tão intensa que no momento que eu pisei no aeroporto eu sabia que precisava voltar. E eu voltei.

O segundo programa foi bem diferente mas igualmente recompensador: eu cuidava dos grupos de turismo que vinham da América Latina. Muita animação e a possibilidade de conhecer cada centímetro do meu parque preferido, o Epcot!

Marcela Capp

No seu primeiro dia de trabalho, no momento do seu primeiro passo dentro do Magic Kingdom como Cast Member você já sabe que está ali para fazer a diferença. Você aprende sobre as cores, os sons e os cheiros que te cercam, mas o seu principal trabalho ali não é ensinado em nenhuma aula na Disney University.

O trabalho é cansativo sim e às vezes você se pergunta como as pessoas trabalham ali por tantos anos. Até que um dia, algo acontece e muda seu programa – e sua vida – para sempre.

Pode ser o abraço de uma criança, um high-five ou até o choro de uma mãe que perdeu seu filho na Main Street durante a parada Festival of Fantasy. Cada Cast Member vai ter a oportunidade de mostrar pra alguém que a Disney realmente é o lugar onde os sonhos se tornam realidade.

Eu nunca vou esquecer do dia que eu conheci a Bárbara. Ela tinha 15 anos, foi com um grupo de sua cidade conhecer a Disney e só tinha uma meta: conhecer o Tico e o Teco. Pro azar da Babi, eles só ficavam dentro de um restaurante que tinha que pagar só para entrar e quem já viajou em grupo, sabe como os horários são bem apertadinhos. Mas naquele momento eu senti que podia mostrar pra ela que “with faith, trust, and a little bit of pixie dust” tudo pode acontecer.

A Babi conheceu os dois e no momento que ela me abraçou, a felicidade era tanta que não coube, transbordou. Ali, eu sabia que ela ia lembrar daquele dia pra sempre.

Ela podia até não lembrar meu nome, de onde eu era, ou o que eu fiz pra colocar ela ali dentro, mas com certeza vai lembrar do sonho dela, que agora é uma realidade maravilhosa!

São estes momentos que nossas dúvidas e cansaços vão embora e tudo faz sentido. Você entende porque as pessoas trabalham lá por tantos anos: elas sabem que o segredo pra ser feliz é ajudar a encontrar a felicidade dos outros. Afinal, a magia sempre transborda. “